Artigos sobre Óleo de Linhaça

Linhaça pode ajudar a melhorar minha imunidade?

O óleo de linhaça é isolado a partir de sementes de linho da planta conhecida como Linum usitatissimum. Ele tem sido usada por centenas de anos pelos seus muitos benefícios à saúde. Nas últimas pesquisas científicas, foi encontrado que o óleo contêm a maior concentração de um ácido graxo ómega – 3 em particular, conhecido como ácido alfa-linoleico. O óleo também contém EPA (eicosapentaenoico) e ácido DHA (ácido docosahexaenoico), que são também ômega-3. Esses ácidos graxos são importantes para todas as células do seu corpo. Eles são uma parte integrante da membrana de plasma e organelas celulares internas e, como tal, importante para a manutenção da integridade da membrana celular, o transporte transmembranar e de sinalização celular. Eles também são importantes na prevenção de respostas inflamatórias, a manutenção da pressão sanguínea, redução de eventos cardiovasculares e manutenção da função do cérebro.

Como os ácidos graxos da linhaça agem no seu corpo?

Dado que os ácidos graxos são um componente integral das membranas celulares , qualquer deficiência tem repercussões generalizadas. Estas moléculas são muito importantes para bom funcionamento do cérebro e se não estiverem disponíveis podem causar disfunção de memória e aprendizagem. Tenha em mente que a membrana plasmática das células é uma área muito movimentada e requer reposição em uma base regular. Uma deficiência em ômega-3 é não só prejudicial para o cérebro, mas é importante que o sistema imunológico, sistema cardiovascular e do mecanismo de coagulação . Estudos indicam que baixos níveis de ômega-3 podem aumentar a probabilidade de desenvolver coágulos de sangue, uma das maiores causas de mortes durante cirurgias.

Cuidados com a deficiência dos ácidos graxos ômega-3!

Muitas pessoas não recebem o suficiente de ômega-3 , simplesmente porque eles não comem peixes o suficiente. Nesse caso, colheer os benefícios do ômega-3 pode exigir suplementação e óleo de linhaça (ou a linhaça hidratada) é uma boa maneira de fazer isso. Não só não se fartam de ômega-3, obtemos muito ômega-6. Para equilíbrio, você precisa de mais ômega -3 do que ômega-6. A comunidade médica sugere que você não se preocupe em diminuir sua ingestão de ômega -6, mas sim aumentar a sua ingestão de ômega-3 para restaurar o equilíbrio. Quantidades excessivas de ômega-6 aumenta a probabilidade de inflamação, devido ao excesso de produção de uma forma particular de prostaglandinas vista frequentemente em condições artríticas, problemas de pele , doenças cardiovasculares e asma. Ômega-3 ativa uma outra forma de prostaglandinas que realmente atua como um mecanismo anti- inflamatório. Grande parte desse desequilíbrio vem dos alimentos processados ​​que comemos.

Reduzindo o LDL com a linhaça

Os benefícios da haste de óleo de linhaça , em parte, está na sua capacidade para reduzir os lipossomas de baixa densidade ( LDL ), que se acredita ser o mau colesterol , bem como reduzir os níveis sanguíneos de triglicéridos como estes reduzem a probabilidade de doenças cardiovasculares. Também é conhecido que o ômega-3 provoca vasodilatação e reduz a formação de placas de gordura.

Suplementos para alimentação com linhaça

Se você não conseguir mudar muito sua dieta para a inclusão de ômega 3 suficiente, suplementos como o da foto podem te ajudar a complementar sua alimentação. (Foto: uk.bodybuilding.com)

Melhorando a circulação do sangue e ajudando os diabéticos

Os benefícios do óleo de linhaça se estendem para as vias de glicose. Os ômega-3 em óleo de linhaça podem ser benéficos para pacientes que têm diabetes com resistência à insulina. Isto acontece devido ao fato de que o ômega-3 pode reduzir os níveis de triglicerídeos. Ômega-3 podem também melhorar a circulação e, assim, melhorar a função dos nervos.

Linhaça e tratamento de depressão

Estudos indicam que o cérebro pode beneficiar de óleo de linhaça como tem sido observada em pacientes que sofrem de depressão. Deficiências em ômega-3 têm sido relatadas para predispor um indivíduo à depressão. Os ensaios clínicos indicam que o tratamento de um indivíduo com ômega -3 pode melhorar os sintomas de depressão em pacientes que foram diagnosticados com depressão unipolar. Linhaça ômega-3 do óleo também são importantes para todas as áreas do cérebro e têm sido relatadas para melhorar a memória, a aprendizagem, cognição e foco. Se você está sofrendo de depressão e/ou sente o seu cérebro lento, é uma boa ideia para ver o seu médico para diagnóstico e tratamento adequado. A suplementação com ômega-3 pode ajudar nessa tarefa.

A linhaça e sua imunidade

Além de todos os benefícios que mostramos já acima, onde todos estão em certo grau relacionados diretamente a melhorias na sua imunidade, temos ainda muitos outros que podemos enfatizar.

A comunidade médica está bem ciente das mudanças em nossas dietas ao longo do século passado, que alterou o consumo de ácidos graxos. Nossos alimentos processados ​​estão cheios de gorduras saturadas, juntamente com altas concentrações de ômega-6 com concentrações muito baixas de ômega-3. Esta diminuição em ômega-3 aumentou a incidência de doenças inflamatórias, tais como alergias e asma. Os estudos clínicos indicam que o aumento de ômega-3 em sua dieta pode ajudar a diminuir as suas chances de doenças inflamatórias e muito mais.

Por que você deve tomar óleo de linhaça ou a linhaça pura?

A coisa mais importante a lembrar é que o ômega-3 são ácidos graxos essenciais que significa que eles não podem ser feitos pelo organismo. Lembre-se que cerca de 60 por cento do seu cérebro é composta de lipídios a maioria dos quais são encontrados na membrana plasmática dos neurônios e células de apoio, como oligodendrócitos que compõem o isolamento em torno de seus axônios que permite a rápida condução elétrica. A função adequada da membrana é necessária para a liberação do transmissor e recaptação , bem como transporte de nutrientes para dentro da célula e resíduos para fora da célula . É incrível que algo tão simples como o ômega- 3 pode ser um componente importante de todas as células e desempenhar um papel tão importante biologicamente.

Portanto o que está esperando? Vamos logo colocar a linhaça nessa dieta!

Óleo de Cártamo – 5 benefícios para sua dieta

Muitas vezes confundida com óleo de girassol, óleo de cártamo é um óleo vegetal leve e de sabor delicado que é extraído a partir das sementes da planta de cártamo. Tem uma textura leve não gordurosa, facilmente absorvido pelo corpo. Nutricionalmente semelhante ao óleo de oliva e com mutias das propriedades do óleo de linhaça, as propriedades do óleo de cártamo faz com ele que seja uma escolha saudável para perder peso, melhorar a saúde do coração, e manter a pele e os cabelos saudáveis. Mais quais são os benefícios efetivos em sua dieta?

1. Cozinhando: diferentes variedades de cártamo produzem diferentes tipos de óleos. Algumas variedades são ricas em ácido oleico e são boas para cozinhar, já que seu valor nutricional não é perdido devido ao calor elevado. Este tipo de óleo de cártamo tem um elevado teor de gordura mono-insaturada e vitamina E, o que o torna nutricionalmente semelhante ao azeite.

2. Temperando: outras variedades de óleo de cártamo são ricos em ácido linoleico, sendo mais adequados para a utilização a frio, em molhos para saladas, em pães e como um suplemento nutricional. Ácidos graxos poli-insaturados tais como os ácidos linoleico são moléculas frágeis que podem ser alteradas quando expostas ao calor, luz ou oxigênio, condições que tornam o óleo rançoso e sujo, igual ao óleo de linhaça. Armazene esse tipo de óleo de cártamo em um local escuro e fresco para melhor preservá-lo.

Benefícios do Óleo de Cártamo

Com propriedades muito parecidas as do óleo de linhaça, o óleo Cártamo pode ser utilizado em conjunto a linhaça para maiores benefícios ou como um saudável substituto. (Foto: foodista.com)

3. Anti-envelhecimento e coração saudável: o óleo de cártamo é baixo em gorduras saturadas e muito rico em gorduras insaturadas, tornando-se uma escolha saudável para o coração e o sistema cardiovascular. É uma boa fonte de ácidos graxos ômega-6, que também ajudam ao corpo a queimar gordura em vez de armazená-la. Estes ácidos graxos essenciais são blocos de construção para as prostaglandinas no corpo. As prostaglandinas são substâncias semelhantes a hormônios que ajudam a equilibrar a pressão sanguínea, o controle das contrações musculares e orientar a resposta inflamatória do sistema imunológico. E não há nenhuma contra indicação de sua utilização com o óleo de linhaça!

4. Vitamina E: O elevado teor de vitamina E no óleo de cártamo o torna uma comida rica em antioxidantes que limpam o corpo de radicais livres. Os radicais livres causam danos e o envelhecimento das células, além de aumentar o risco de doenças cardíacas e câncer.

5. Menos rugas e cabelos mais saudáveis: quando aplicado na pele, as propriedades antioxidantes do óleo de cártamo ajudam no tratamento de lesões e inflamações. Ele é utilizado como um óleo de massagem e é um ingrediente de sabões, protetores solares, loções, hidratantes e cosméticos. O óleo de cártamo reduz o aparecimento de rugas, suaviza, alisa e hidrata a pele. Em condições secas, coceiras na pele, eczemas, ele ajuda a reduzir a inflamação e melhora o processo de cicatrização. É também um tratamento de condicionamento profundo natural para os cabelos, podendo ser usado para massagear o couro cabeludo antes de lavar. O óleo dilata os vasos sanguíneos no couro cabeludo, estimulando a circulação de nutrientes para as raízes do cabelo e hidratando os cabelos.

Os métodos usados para extrair óleo de açafrão a partir das sementes da planta de afetam o seu valor nutricional. No processo químico de extração, o óleo é refinado com produtos químicos e aquecido, o que, na verdade, elimina alguns dos nutrientes essenciais encontrados naturalmente no óleo. Por isso, prefira o óleo vegetal natural, verificando o rótulo do produto para o método de extração antes de sua compra. Em combinação com o óleo de linhaça, sua saúde estará blindada por um longo tempo!

Todas as aplicações do óleo de linhaça

A maioria das aplicações do óleo de linhaça exploram as suas propriedades de secagem, isto é, o material inicial é um líquido ou pelo menos maleável e o material envelhecido é rígido, mas não quebradiço. A natureza hidrofóbica do material resultante da base de hidrocarbonetos é vantajoso. Já sabemos também do uso do óleo para a alimentação. Então por que não listar alguns dos usos do óleo de linhaça?

O óleo de linhaça é comumente utilizado em pintura a óleo. Ele também pode ser usado como um meio de pintura, tornando as tintas a óleo mais fluidas, transparentes e brilhantes. A introdução do óleo de linhaça foi um avanço significativo na tecnologia de pintura a óleo.

A massa de vidraceiro tradicional, constituída por uma pasta de pó de giz e óleo de linhaça, é um vedante de janelas de vidro que endurece dentro de algumas semanas de aplicação e, em seguida, pode ser pintada.

Quando utilizado como um revestimento de madeira, o óleo de linhaça seca lentamente e diminui pouco após o endurecimento. O óleo não cobre a superfície como o verniz faz, mas penetra nos poros (visíveis e microscópicos), deixando uma superfície brilhante. Um acabamento de óleo de linhaça é facilmente reparável, mas não fornece nenhuma barreira significativa contra arranhões. É um acabamento puramente estético. Além disso, um luthier pode usar óleo de linhaça ao recondicionamento uma guitarra, bandolim, ou outro instrumento de cordas.

Usos alternativos para o óleo de linhaça

O óleo de linhaça pode ser usado para dar um tratamento estético à madeira. Ele não a deixará imune da umidade, arranhões ou dará uma proteção tão boa quanto o verniz, mas tem um ótimo efeito estético. (Foto: otherpower.com)

O óleo de linhaça também é usado para ligar o pó de madeira, partículas de cortiça, e materiais relacionados para a fabricação da cobertura de chão de linóleo.

Agora, indo para o uso mais comuns dos leitores do blog, embora as sementes de linhaça conterem lignanas, uma classe de fitoestrógenos quem tem antioxidantes e propriedades preventivas do câncer, o óleo extraído da linhaça, segundo alguns, não contémas  lignanas encontradas na semente, e, supostamente, não tem as mesmas propriedades antioxidantes. Algumas marcas de suplemento tem lignanas adicionadas durante a produção. O óleo de linhaça é facilmente oxidado, e torna-se rapidamente rançoso, com um odor desagradável, a não ser quando refrigerado. Mesmo quando mantido sob condições de frio, a vida útil do óleo para consumo é de apenas algumas semanas.  Normalmente o consumo do óleo se dá através de cápsulas.

Existem ainda alguns usos não muito ortodoxos para o óleo de linhaça como manutenção de bicicletas, inibidor de ferrugem, lubrificante, alimento animal, lubrificante industrial de baixo custo e muito mais. Mas listamos aqui os principais usos e que tem sua eficácia comprovada. Se você conhece mais algum uso para o óleo da linhaça, compartilhe conosco nos comentários!

Óleo de coco! Tantos benefícios como o da linhaça?

O óleo de coco é uma substância natural, que oferece uma série de benefícios à saúde. Uma das poucas fontes vegetais de gordura saturada, a gordura do coco contém ácido láurico, que é tido como possuidor de propriedades anti-bacterianas, anti-virais, e anti-oxidantes, assim como triglicérides de cadeia média, que, supostamente, aceleraram o metabolismo e promovem a perda de peso.

Pessoas que fazem seu uso alegam que o óleo de coco oferece os seguintes benefícios de saúde:

  • Melhora a função da tireóide
  • Aumenta o metabolismo
  • Propriedades antivirais e antibacterianas
  • Pressão sanguínea melhorada
  • Melhoria dos níveis de colesterol
  • Perda de peso
  • Melhor controle da diabetes
  • Resistência óssea aumentada
  • Melhor digestão
  • Prevenção do câncer
  • Cabelo e peles mais saudáveis
  • Prevenção de doenças cardíacas
  • Redução do stress
  • Maior imunidade

Algumas pesquisas mostram que a adição de óleo de coco em sua dieta pode oferecer determinados benefícios à saúde. No entanto, não há atualmente uma vasta gama de artigos científicos para quaisquer uma das alegações de saúde sobre o óleo de coco.

Fonte de nutrientes para o corpo

Com benefícios mais voltados a perda de peso e ao controle de colesterol, o óleo de coco, em conjunto com a linhaça, pode trazer excelentes benefícios para sua saúde. (Foto: hybridrastamama.com)

Alguns estudos, porém, sugerem que o óleo de coco pode fornecer alguns benefícios de saúde, como:

  • Redução da gordura da barriga

Consumir óleo de coco pode ajudar a combater a obesidade abdominal. Durante 12 semanas, 40 mulheres com excesso de gordura na barriga foram colocadas em uma dieta, e receberam suplementos diários contendo óleo de soja ou óleo de coco. Embora os membros de ambos os grupos perderem peso, as mulheres que receberam o óleo de coco mostraram uma maior diminuição da circunferência abdominal.

  • Melhora os níveis de colesterol

Estudos preliminares sugerem que o óleo de coco pode ajudar a manter o colesterol sob controle. Um estudo de 2004, descobriu que os ratos alimentados com óleo de coco virgem (um tipo de óleo de coco produzido sem a utilização de produtos químicos), durante 45 dias, apresentou uma redução no colesterol total e no nível de colesterol LDL (“mau”) colesterol.

  • Perda de peso

Testes em ratos indicam que a combinação de óleo de coco com ácido linoléico conjugado pode promover a perda de gordura corporal. No entanto, não se sabe se a combinação de óleo de coco e do ácido possam produzir os mesmos benefícios de saúde em seres humanos. Além do mais, deve também notar-se que o ácido linoléico conjugado pode ter um impacto negativo sobre o metabolismo do açúcar no sangue e, eventualmente, contribuir para a resistência à insulina, levando a diabetes.

Como usar o óleo de coco

O óleo de coco pode ser comprado na maioria das lojas de alimentos naturais e redes de supermercado. Ao selecionar um óleo de coco, procure pelo tipo orgânico, não manufaturado e sem a presença de muitos químicos. Optando pelo óleo extra-virgem, você garante que o produto não foi refinado, branqueado, desodorizado ou teve suas propriedades naturais modificadas. Além disso o óleo de coco extra-virgem  tende a oferecer um sabor mais rico do que o óleo de coco refinado ao temperar alimentos e complementar receitas.

O fermento de coco pode substituir a manteiga como um agente aromatizante para pão, aveia, pipoca e outros pratos. O óleo de coco também pode ser adicionado a drinks e bebidas feitas em casa, assim como a linhaça

Óleo de coco x Linhaça: qual é o melhor?

Não existe um campeão nesta categoria. Tanto um quanto o outro tem bons benefícios agregados e fazem parte de diferentes grupos nutricionais, ambos importantes para uma alimentação saudável e uma vida com mais qualidade. A linhaça sai um pouco mais na frente devido a presença do ômega 3 em suas sementes. Para ambos as pesquisas ainda estão começando. Porém, elas já são promissoras, garantindo que mesmo que não haja muitas comprovações agora da efetividade do uso destes alimentos, sua eficácia já é comprovada. O preço de 60 cápsulas gira em torno de R$35,00, e o óleo puro gira em torno de R$50,00 por 500 ml. Tome muito cuidado para não exagerar nas doses e bom apetite!

Informações nutricionais do óleo de linhaça dourada

O óleo de linhaça é derivado da semente do linho (Linum usitatissimum, L.) e contém tanto ácidos graxos ômega-3 como ômega-6, os quais são necessários para a manutenção de uma boa saúde. Ele contém também o ácido graxo essencial ácido-alfa-linoléico, o qual o corpo converte em ácido eicosapentaenóico (EPA) e ácido docosahexaenóico (DHA), os dois tipos de ômega-3 encontrados em peixes.

Obter um bom equilíbrio entre ômega-3 e ômega-6 é importante. Os ômega-3 ajudam a reduzir a inflamação, ao passo que os ômega-6 tendem a contribuir para a inflamação. Uma dieta saudável deve consistir de 2 a 4 vezes menos ômega-6 do que ômega-3. Uma típica dieta brasileira, no entanto, contém cerca de 14 a 20 vezes mais ômega-6 do que ômega-3, o que pode explicar o aumento na incidência de doenças inflamatórias, como a artrite. O óleo de linhaça possui uma razão de 4:1 de ômega-3 para ômega-6, o que quer dizer que ele é uma excelente fonte balanceada desses ácidos graxos, e sugere-se que seu consumo seja de 1 colher de sopa ao dia. Ele pode ser consumido em vitaminas, bebidas, ou no lugar do azeite em saladas. No entanto, não é recomendado que ele seja aquecido, pois isso faz com que ele perca suas propriedades nutricionais.

Por possuir baixo teor calórico, o óleo de linhaça dourada é recomendado para dietas com restrição calórica, especialmente se houver restrição de alimentos gordurosos como peixes e nozes. O óleo também é indicado para vegetarianos e veganos, que não consomem ômegas-3 e ômegas-6 de fontes animais, pois ele é bem balanceado e possui a vantagem adicional de ser isento de poluentes ambientais como o mercúrio, chumbo e PCBs.

Nutrientes do óleo de linhaça dourada

(porção de 2 colheres de sopa ou 21 gramas de óleo de linhaça )

  • ômega-3 – 199.5%
  • manganês – 26%
  • vitamina B12 – 3,3%
  • fibra – 22,9%
  • magnésio – 20,5%
  • triptofano – 18,7%
  • fósforo – 13,4%
  • cobre – 13%
  • calorias – 6% (112)

 

Óleo de linhaça dourada

Os benefícios e valor nutricional do óleo de linhaça dourada

 

Vale à pena ressaltar que as sementes de linhaça – mas não o óleo – contém um grupo de químicos chamados lignanas que podem desempenhar um papel importante na prevenção ao câncer.

O óleo da linhaça é tão bom quanto a semente?

Uma das principais dúvidas de quem quer consumir a linhaça para melhorar a saúde é em relação à melhor apresentação da linhaça para o consumo. Há várias maneiras de se consumir a semente de linhaça e cada uma tem um objetivo diferente.

Há quem não goste de ver a semente no meio do alimento. Outros não acham bom ingerir o óleo e há ainda aqueles que não tem paciência para preparar a linhaça nos alimentos, e prefere maneiras mais práticas.

A duvida de uma leitora levou à escrita deste artigo.

Consumir o óleao de linhaça é tão bom quanto consumir a semente? A resposta é não! De acordo com a química Conceição Trucon, autora do site Doce Limão, o óleo de linhaça perde a sinergia de sua composição integral quando é separado de outros componentes da semente.

Óleo de semente de linhaça

Óleo de linhaça. Foto: camisinwonderland.com.br

O óleo de linhaça que é em geral vendido em forma de cápsulas age como um forte antiinflamatório, mas com este objetivo deve ser consumido apenas com indicação médica, especialmente quando a necessidade de ingerir o nutriente ômega-3 é bem maior.

Outra utilização pouco citada do óleo da linhaça é em forma de cosmético, para tratamento externo da pele e couro cabeludo. Dependendo de como é utilizado tem valor também para melhora das articulações.

E você? Já sabia destas outras aplicações do óleo da linhaça? Como você costuma consumir a semante de linhaça no seu dia a dia? Tem notado alguma diferença na sua saúde? Por favor compartilhe o resultado conosco!

Livro: A importância da linhaça na saúde

A linhaça tem propriedades nutricionais dificilmente encontradas em outros alimentos. Além disso você pode consumir a linhaça de várias maneiras, o que facilita a inclusão da linhaça em várias receitas, facilitando a criação de dietas que incluem a semente de linhaça.

Há muita informação na internet sobre a semente de linhaça mas nem sempre estamos em frente ao computador no momento de preparar uma receita ou incluir a linhaça numa refeição. Além disso há momentos que queremos relaxar e ler um livro, ao invés de ficar na internet. Há um livro que fala estritamente a respeito da dieta da linhaça e dos benefícios da linhaça para a saúde humana. O livro se chama “A importância da linhaça na saúde” e pode ser comprado por menos de 10 reais aqui. Basta você fazer o seu cadastro no Mercado Livre antes de fazer a compra. Leia o artigo sobre como se cadastrar no Mercado Livre caso você tenha dúvidas. O cadastro no Mercado Livre é gratuito e quanto antes você fizer melhor!

O livro foi escrito por Conceição Trucom, Bacharel em Química pele UFRJ que trabalhou por 24 anos na área de ciência aplicada com projetos em Química Orgânica, Inorgânica e Bioquímica. Conceição participa desde 1995 de cursos de formação em técnicas de alimentação natural, meditação, e estudos sobre o poder da mente.

Pela descrição acima dá pra ver que a autora é realmente muito qualificada. Ela escreveu também outros livros relacionados à alimentação natural como “O poder de cura do limão” e também outro livro com o título “Alimentação desintoxicante”. Todos eles podem ser encontrados facilmente no Mercado Livre, novos ou usados a preços realmente convidativos. Talvez valha a pena comprar todos eles juntos para economizar ainda mais no frete.

Abaixo você pode ver a capa de cada um dos livros, sendo o primeiro sobre a importância da semente linhaça da saúde:

Livro - A importância da Linhaça na saúde

A importância da linhaça na saúde

 

Este outro livro, da mesma autora fala sobre o poder de cura do limão.

O poder de cura do Limão

Livro Conceição Trucom - O poder de cura do limão

E este outro é ainda mais abrangente e fala sobre alimentação desintoxicante:

Alimentação Desintoxicante

Alimentação desintoxicante - Conceição Trucom

São excelentes livros para ler e presentear, aproveitando que todo mundo promete entrar em uma dieta logo após as festas de ano novo!

Óleo de prímula

Você já fez uso ou ouviu falar do óleo de prímula? Assim como a linhaça, ele é rico no ácido gama-linolênico, um ácido graxo da família do ômega 6, essencial para a saúde do organismo e que só é obtido através da ingestão de certos alimentos (sardinha, salmão, linhaça, óleo de girassol, etc), não sendo produzido naturalmente pelo organismo. Os ácidos graxos participam da estrutura das membranas das células e são responsáveis por sua estabilidade e controle do que entra e do que sai destas.  A ausência desses ácidos graxos pode causar ao organismo o envelhecimento precoce, esclerose múltipla, hipertensão e hiperatividade infantil. A prímula é uma planta nativa da América do Norte, que chega a 1 metro de altura e produz flores amarelas. O óleo é extraído das sementes das plantas e pode ser encontrado para consumo em cápsulas.

Benefícios do óleo de prímula

Como tomar óleo de prímula

Vejamos quais os benefícios do óleo de prímula:

  • O equilíbrio dos hormônios femininos e o alívio de sintomas da TPM tem sido o efeito mais comemorado do óleo de prímula. Ele combate as dores causadas pela menstruação e as alterações de humor nos períodos que a antecedem.
  • Previne irritações da pele e eczemas.
  • É indicada para artrite reumatoide, diabetes, dor no peito.
  • Inibe a síntese do colesterol reduzindo o colesterol ruim, controla a pressão sanguínea e ativa os linfócitos.
  • Regula inflamações, agregações plaquetárias e tônus vascular.
  •  A pele fica hidratada e saudável, livre de envelhecimento e ressecamento.
  • Regula a temperatura corporal e o gasto de energia do organismo.
  • É coadjuvante no tratamento de certas doenças, como neuropatias diabéticas, cirrose descompensada, esquizofrenia, alcoolismo, reumatismo, anorexia, câncer de mama, asma, enxaqueca, úlceras.

Seus benefícios podem ser listados de acordo com as seguintes propriedades medicinais: Laxante, diurético, adstringente, sedativo, anti-inflamatório, mucilaginoso. A administração do óleo de prímula deve ser de 3 cápsulas ao dia antes das refeições. Não é necessário receita médica, mas é sempre desejável que seu médico seja informado de qualquer nova substância que você esteja usando.

Preço da linhaça – cápsulas, óleo, farinha, semente!

Os produtos feitos de linhaça e a linhaça em suas variadas formas têm se tornado cada vez mais populares entre as pessoas. Um causa disso, ou talvez a consequência, é que a linhaça tem estado cada vez mais presente no comércio, chegando às prateleiras dos supermercados e mercearias, e não mais somente restritas ao nicho das lojas de produtos naturais. No interior do Brasil talvez seja um pouco mais difícil encontrá-la, mas nas capitais do país ela pode ser comprada nos principais supermercados, pelo menos na forma da semente e de farinha. Você as encontra nas prateleiras de produtos naturais, cereais ou dietéticos. As cápsulas de óleo de linhaça podem ser encontradas em farmácias, de preferência farmácias de manipulação e homeopatia.

Pelo fato de ter se tornado mais popular, o preço da linhaça caiu de alguns anos pra cá. Vejamos a média de preço da semente de linhaça, da farinha de linhaça e do óleo de linhaça.

  • A semente de linhaça varia o preço de acordo com o tipo da semente, se ela é a dourada ou a marrom. A linhaça marrom custa em média R$7,00 o quilo, em lojas a granel, o que sempre é mais barato. Em supermercados encontramos geralmente pacotes de 200 gramas, que custam em média R$3,00. A linhaça dourada é mais cara pois é importada do Canadá, além de ter o gosto mais suave e a estrutura mais digerível. Seu preço a granel por quilo custa em média R$10,00, e o preço de supermercado para um pacote de 200 gramas é em média R$5,00.

    Quanto custa semente de linhaça

    Preço da semente de linhaça

  • A farinha de linhaça também varia de acordo com o tipo de semente, se é a marrom ou a dourada. O preço da farinha de linhaça marrom comprada por quilo a granel gira em torno de R$8,00. A linhaça dourada, sob as mesmas condições, custa R$12,00. Pacotes em supermercado de 200 gramas custam em média R$7,00 para a farinha de linhaça marrom, e R$9,00 para a farinha de linhaça dourada. Se você também quiser fazer a farinha de linhaça em casa, isso é possível a partir da trituração da semente.
Quanto custa farinha de linhaça

Preço da farinha de linhaça

  • O óleo de linhaça é consumido na forma de cápsulas, e o seu preço varia de acordo com a quantidade vendida. Um vidro com 30 cápsulas custa em média R$30,00. Com 60 cápsulas varia de R$50,00 a R$60,00.
Quanto custa óleo de linhaça

Preço de cápsulas de óleo de linhaça

Após ter se informado sobre os preços, que tal comprar os ingredientes e fazer várias receitas gostosas com linhaça?

Óleo de linhaça para madeira

Dentre as tantas funções a que serve o óleo de linhaça, você sabia que o óleo de linhaça pode ser utilizado no tratamento da madeira? Ele funciona como um protetor, não tão brilhante quanto o verniz e não tão espesso quanto a cera, mas dando um acabamento sutil ao mesmo tempo em que protege. Ele é recomendado para a madeira de ambientes internos, como móveis, portas, janelas e pequenas peças, pois não deve entrar em contato com o sol, do contrário pode escurecer e manchar a madeira. Seu efeito é o de deixar a madeira mais quente, com seus veios acetinados e bem tratados. O óleo de linhaça pode ser utilizado em todos os tipos de madeiras e garante boa proteção contra umidade e contra riscos superficiais, dando bons resultados em tampos de mesas que são frequentemente utilizadas.  O óleo fornece impermeabilização, protegendo a madeira de manchas decorrentes de líquidos.

Óleo de linhaça para móveis

Óleo sintético de linhaça para madeira

A aplicação deve ser feita com pincel ou pano, na superfície seca e limpa, livre de aplicações de outros produtos pois isso pode atrapalhar a aderência do óleo. De preferência deve ser lixada para criar uma superfície lisa. O óleo deve ser aplicado em movimentos circulares em toda superfície, até o momento em que a madeira tenha parado de absorvê-lo. Você deve esfregar a superfície para que o calor gerado facilite a penetração do óleo. Após a aplicação do óleo ter deixado a superfície homogênea, passe um pano limpo para retirar os excessos. A aplicação total do óleo seca em aproximadamente 12 horas.

Atenção: O óleo de linhaça para madeira não é o mesmo utilizado para alimentação. Ele é um óleo específico, podendo ser 100% natural ou sintético. O óleo de linhaça natural para madeira é preparado através de uma fervura especial, e o óleo sintético é fabricado industrialmente, tendo outras substâncias na sua composição. Ambos podem ser encontrados em lojas de materiais de construção e produtos para acabamentos de casa.

Quer saber mais sobre linhaça? Pesquise aqui!