O consumo de linhaça na menopausa pode ter efeito benéfico para algumas mulheres.*

A linhaça é uma das maiores fontes alimentares de lignanas, um fitoesteróide que “imita” a ação do estrógeno.

Para a mulher, a lignana é muito importante no período da menopausa, quando as taxas desse hormônio são baixas. Neste caso, a linhaça é considerada um importante agente natural na reposição desse hormônio.

A lignana “engana” os receptores de estrógeno e se acopla aos mesmos. Como é um óleo vegetal natural, os fitoesteróides têm uma ação fraca com relação ao estrógeno, não tendo ação negativa sobre o tecido mamário. Sendo assim, a lignana é uma substância importante na prevenção do câncer de mama, por neutralizar a ação do estrógeno sobre esse tecido. Existem alguns relatos de indução de icterícia, e reacções exantemáticas, possivelmente relacionadas com a dose e consumo exagerado do óleo de linhaça.

Mulher idosa sorrindo

Linhaça na menopausa

* Em qualquer situação, não deixe de consultar o seu médico ANTES de tomar qualquer decisão de consumir ou não a linhaça com objetivos terapêuticos. Conforme a medicina evolui, outras descobertas são feitas a respeito das substâncias que existem nos alimentos e como as mesmas afetam o funcionamento complexo do nosso organismo. Portanto sempre converse com o seu médico ou nutricionista de forma a ficar a par das mais recentes informações e indicações relacionadas a qualquer dieta, inclusive a respeito da dieta da linhaça! Por mais que parece tentador, pode ser que a dieta da linhaça não seja indicada para você!

 

Um comentário para “Linhaça na menopausa”

  1. Eliete Santos

    Tomo linhaça todos os dias, estou sentindo bem melhor

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)