A semente de linhaça é um alimento que fornece, principalmente, uma grande quantidade de fibra não solúvel para sua dieta. As fibras não solúveis são nutrientes essenciais para um bom funcionamento do sistema digestivo. A linhaça, nesse aspecto, tem sido muito usada por pessoas com problemas de prisão de ventre.

A semente de linhaça também tem sido utilizada topicamente para o tratamento de várias condições da pele. O óleo de linhaça contém o ácido alfa linolênico, que é parcialmente convertido para ácidos graxos ômega 3 no seu organismo, essenciais para vários processos básicos do metabolismo.

Com todos esses aspectos positivos, muitas mulheres amamentando se perguntam se há algum problema de consumir a linhaça, já que os nutrientes podem acabar no leite da mulher. Vamos tirar essa dúvida, de uma vez por todas.

Quem está amamentando pode comer linhaça?

O óleo de linhaça aumenta o teor do ácido alfa linolênico do leite materno. Porém, o consumo da linhaça em si não é suficiente para aumentar a quantidade de alguns tipos de ácidos graxos essenciais no leite materno, tais como o ácido docosa-hexaenoico, que é encontrado em maior quantidade em peixes, mariscos, e frutos do mar. Aumentar a disponibilidade ácidos graxos essenciais no leite materno é uma necessidade para a criança, já que é um nutriente essencial e que o bebe não obtém de outra fonte que não o leite materno. Dados são muito limitados quanto a efeitos colaterais da presença desses ácidos na dieta de uma lactantes, mas os dados existentes não apontaram problemas quanto a isso.

Consumo de linhaça na gravidez

Antes de amamentar o seu filho, saiba que a linhaça pode provocar reações alérgicas através do leite materno e portanto, deve ser consumida só sob recomendação de um nutricionista e o médico da família. (Foto: divulgação)

Linhaça dourada na amamentação: como consumir?

Toda mudança na dieta da mãe lactante deve ser devidamente autorizada por um médico ou profissional de saúde que esteja realizando o acompanhamento. Como não é necessário receita médica para o consumo da linhaça, muitas mães começam a consumir essa semente sem sequer conversarem com o médico antes, sem sequer saber se elas ou seus filhos tem alergia a linhaça. Isso é um grande risco, que pode prejudicar a saúde da mãe e do filho.

Quem amamenta pode comer linhaça em cápsulas?

Os suplementos dietéticos não exigem extensa aprovação de pré-comercialização pelos órgãos de saúde brasileiros, tal como a ANVISA. Os fabricantes são responsáveis para garantir a segurança do consumo, mas não precisam provar a segurança e a eficácia dos suplementos alimentares antes deles serem comercializados. Suplementos dietéticos de linhaça, como as cápsulas, podem conter vários ingredientes não listados, e alguns deles podem ser nocivos para o bebe ou mãe lactante. Porém, isso não atesta a segurança ou a eficácia de um produto.

Por causa destas questões, consumir a linhaça em cápsulas pode ser muito inseguro para mulheres que estão amamentando. Caso não haja contra indicação médica, as mulheres devem consumir a linhaça pura, preferencialmente transformando em farinha a linhaça apenas no momento do consumo.

O que as pesquisas dizem sobre mulheres amamentando que consumiram linhaça?

Nos estudos realizados, amostras foram coletadas de mulheres que amamentavam e consumiam a linhaça diariamente. Durante o percurso do estudo, o conteúdo de ácidos graxos essenciais no leite materno aumentou consideravelmente nas mães que recebiam suplementação, principalmente na forma do ácido alfa linolênico. Já o ácido docosa-hexaenoico não teve um aumento significativo no leite materno, indicando que a linhaça pode não ser uma fonte tão boa para esse ácido graxo essencial. Não houve ainda qualquer pesquisa que analisasse os efeitos da linhaça na amamentação dos bebes. Contudo, especialistas afirmam que uma quantidade saudável de ácidos graxos contribui bastante para a saúde e crescimento do bebe.

O vídeo abaixo fala um pouco sobre a dieta da mãe que amamenta.

O que a mãe deve fazer quanto a dieta com linhaça?

Cautela é a palavra chave. Converse com um nutricionista para equilibrar o consumo de ácidos graxos essenciais na dieta. Ao médico que acompanha mãe e filho deve ser dada a autoridade de decidir quais alimentos podem ou não podem ser consumidos pela gestante, mesmo que o nutricionista autorize.

Portanto, fica a mensagem: cuidado no consumo da linhaça e qualquer outro nutriente durante a amamentação. Geralmente, a linhaça pura não trará problemas, mas sempre consulte um médico antes de mudanças na dieta. A saúde de seu filho depende disso.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos, dietas ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)