Quem já tentou perder peso ou reduzir a sua contagem de colesterol enfrentou a tarefa de tentar descobrir as diferenças entre gordura polinsaturada e a gordura monoinsaturada. Você também deve descobrir como distinguir gordura boa da má gordura. Então, como você faz isso?

Gordura boa

Tanto as gorduras polinsaturadas quanto as gorduras monoinsaturadas são consideradas gorduras boas, pois ajudam a diminuir os níveis de colesterol. Manter um nível de colesterol mais baixo ajuda a diminuir o risco de doença cardíaca. Na verdade, muito pouco das gorduras boas podem resultar em fadiga crônica, a obesidade e até mesmo problemas cardíacos.

As gorduras insaturadas são consideradas saudáveis ​​ou boas para você porque elas contêm pelo menos uma dupla ligação na cadeia de ácidos graxos. As ligações duplas são uma coisa boa, porque elas ajudam a eliminar os átomos de hidrogênio. Isso significa que gorduras insaturadas ou boas, como as gorduras polinsaturadas e monoinsaturadas, têm menos calorias do que as gorduras saturadas. Ambos os tipos de gorduras insaturadas (polinsaturadas e monoinsaturadas) permanecem líquidas mesmo em baixas temperaturas. As gorduras saturadas, tais como manteiga e gordura de porco, podem permanecer na maior parte sólidas mesmo à temperatura ambiente. Imagine pedaços de banha em seu corpo para tornar mais fácil se concentrar em consumir as boas gorduras saudáveis.

Fontes de gordura poliinsaturada

As gorduras que contêm mais do que uma ligação dupla são consideradas polinsaturadas. A recomendação é que a sua dieta inclua até 10 por cento de gorduras polinsaturadas. Estes podem vir das seguintes fontes:

  • Peixes como salmão, atum e sardinha;
  • Nozes;
  • Óleo de linhaça;
  • Suplementos de óleo de peixe.

Apesar de gorduras polinsaturadas serem boas para você, há evidências de que o excesso de gordura polinsaturada pode diminuir o nível de HDL ou bom colesterol. Como de costume, mesmo com coisas boas (algumas vezes, especialmente com coisas boas) a moderação é a chave para o sucesso.

Calorias das gorduras boas e gorduras ruins

Abacate e manteiga de amendoim tem boas gorduras, enquanto bolinhos e manteiga normal podem te dar algumas calorias difíceis de perder. (Foto: naturalhealthyspot.blogspot.com)

Fontes de gordura monoinsaturada

As gorduras que contêm pelo menos uma ligação dupla são classificadas como monoinsaturados. A recomendação é que sua dieta diária contenha gorduras monoinsaturadas em até 20 por cento do total. Estas podem vir das seguintes fontes:

  • Óleo de canola;
  • Óleo de amendoim;
  • Azeitonas;
  • Azeite de oliva;
  • Abacates;
  • Sementes como cártamo, girassol e abóbora;
  • A maioria das oleaginosas como amêndoas, castanha de caju e amendoim;
  • Manteiga de amêndoa, manteiga de amendoim e manteiga de caju.

Quanto de gordura?

Os fabricantes podem listar a quantidade de gorduras boas em seus alimentos. A lógica nos diz que os fabricantes de alimentos que são ricos em gorduras ruins (como batatas fritas e doces) não vão listar tão bem a quantidade de gorduras ruins. Para descobrir a quantidade de gordura polinsaturada e monoinsaturada que você está comendo, você tem que fazer um pouco de matemática. Somando a quantidade de gorduras saturadas e trans juntos e, em seguida, subtraindo esse valor a partir da quantidade total de gordura vai lhe dar a sua resposta.

Para uma boa saúde, você deve comer algumas gorduras polinsaturadas e monoinsaturadas. Escolha seus favoritos das listas acima, mas tenha em mente que, mesmo a gordura “boa” deve ser limitada a não mais do que 30 por cento do total de calorias que você come.

Você já tem uma alimentação balanceada com todos os tipos de gordura? Como é sua alimentação? Compartilhe nos comentários o cardápio de sua dieta!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos, dietas ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)