Berinjela é baixa em calorias, tendo apenas 20 calorias por copo, a maioria sendo carboidratos, uma poderosa fonte de energia. Esta leguminosa vem carregada com vitaminas e minerais, mas seus benefícios para a saúde vão além de simples adição de nutrientes vitais para uma refeição. Berinjela contém outros compostos que promovem a boa saúde, até mesmo ao ponto de ajudar a prevenir o câncer e ajudar na redução do colesterol. Uma vez que você percebe o quão benéfica a berinjela é para sua saúde, você pode querer dar mais atenção a ela para tornar-se uma parte regular de sua dieta.

A farinha de berinjela mantém os benefícios da berinjela in natura?

Com o processo de desidratação, é comum que a berinjela perca parte de seus nutrientes. Mesmo assim, alguns deles sobrevivem na forma da farinha. Muitos fabricantes da farinha de berinjela também enriquecem a farinha com mais nutrientes ou a combinam com outras fontes de vitaminas e minerais, como legumes e sementes. A farinha é uma opção por questão de praticidade, mas não deixa de trazer os benefícios em nutrientes como:

Ácido clorogênico

O ácido clorogênico é um composto vegetal que é conhecido por sua alta atividade antioxidante. Os antioxidantes protegem as células contra a oxidação, que é um processo químico nocivo que danifica as células e contribui para doenças. O ácido clorogênico é o composto antioxidante dominante na berinjela. Isso é significativo porque o ácido clorogênico tem uma grande capacidade de combater os radicais livres (os químicos que causam a oxidação) e também é capaz de reduzir o LDL (mau colesterol). O ácido clorogênico também é antimutagênico, o que significa que ele pode proteger as células de se transformarem em células cancerosas; e também é antiviral.

Aproveitando os nutrientes da berinjela

Com a farinha de berinjela, você pode obter os nutrientes desse legume em várias receitas diferentes. (Foto: www.muffintinmania.com)

Nasunina

Nasunina é um composto anti-oxidante encontrado nas cascas da berinjela, que geralmente é também integrante da farinha. Um estudo mostra a nasunina na berinjela tem características antiangiogênicos. Quando algo é angiogênico, estimula o crescimento de novos vasos sanguíneos e no fornecimento de sangue. Enquanto isso soa como poderia ser uma coisa boa, quando se trata de câncer, não é. As células cancerosas podem ter capacidade angiogenéticas, o que significa que eles podem desenvolver um meio para aumentar o seu próprio fornecimento de sangue, o que pode fazer com que uma massa cancerosa ou tumor a cresça rapidamente. A nasunina na berinjela tem a capacidade de evitar a ocorrência de angiogênese.

Fibras, vitaminas e minerais

Berinjela é também uma excelente fonte de fibra dietética, que pode ajudar a proteger contra a diabetes tipo 2 e manter regulado o sistema digestivo. As vitaminas na berinjela consistem principalmente de vitamina A (na forma de beta-caroteno), vitaminas do complexo B, ácido fólico e vitamina C. Berinjela também é rica em minerais, apresentando uma grande quantidade de potássio, magnésio, cálcio e fósforo. Sem gordura, seis carboidratos e 27 calorias em uma porção de 1 xícara, berinjela é uma excelente adição a qualquer dieta.

Como consumir a farinha de berinjela?

Você pode misturar duas a três colheres de sopa da farinha a vitaminas e sucos energéticos. É ainda um ótimo complemento para sopas e caldos, podendo ganhar um delicioso sabor com o tempero certo. Pode ser usada também acrescentada à farinha normal em receitas como massas e bolos.

Considerações Finais

Como sempre, consulte um nutricionista ou seu profissional de saúde antes de qualquer mudança em sua dieta. É também importante que você não ache que a berinjela seja um alimento milagroso, pois não é. Não exagere nas dosagens pois tudo em excesso pode fazer mal.

Se você tem mais receitas com farinha de berinjela, compartilhe nos comentários abaixo!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos, dietas ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)