A semente de linhaça, é uma cultivada desde os tempos da Mesopotâmia por suas sementes oleaginosas e fibras. Ela é repleta de nutrientes, ácidos graxos ômega-3, antioxidantes, minerais e vitaminas essenciais. O linho pertence à família de Linaceae, do gênero de Linum, e botanicamente nomeado como Linum usitatissimum. Linhaça é uma das culturas cultivadas facilmente que floresce bem tanto em climas tropicais quanto subtropicais. É uma planta para todas as estações, crescendo cerca de 1 a 1,5 metros de altura e possuindo flores de um leve azul muito belas..

As cápsulas de sementes do linho

O “fruto” do linho é uma cápsula de 6-9 mm de diâmentro, contendo diversas sementes marrom ou amarelo-ouro (dependendo do tipo de cultivo). As sementes apresentam superfície lisa, lustrosa, medindo cerca de 5-7 mm de comprimento.

Tipos de cultivo de linhaça

Em geral, existem dois cultivares comuns de linho: um é predominantemente cultivada por suas sementes e a outra variedade pelas fibras. Sementes de linho geralmente apresenta as cores castanhas, amarelas ou amarelo-dourado, com a maioria dos tipos possuindo valores nutricionais semelhantes e iguais quantidades de ácidos graxos ômega-3.

Calorias da linhaça

Como em outras sementes oleaginosas, linhaça também é um dos alimentos muito ricos em calorias. 100 g de sementes contêm 534 calorias ou 27% dos níveis diários exigidos.

Ácidos Graxos na linhaça

A linhaça é rica em ácidos graxos monoinsaturados, como o ácido oleico. Também é uma das melhores fontes vegetais de omega-3, tais como ácido linoleico, ácido alfa-linolénico (ALA) e ácido araquidônico. A ingestão regular de pequenas porções de sementes de linhaça na dieta ajuda a reduzir colesterol total, bem como LDL ou “colesterol ruim” e aumenta o HDL ou níveis de “colesterol bom” no sangue. O ômega-3 ajuda a prevenir a doença arterial coronariana e acidentes vasculares cerebrais, favorecendo perfil lipídico no sangue saudável. O óleo de linhaça é composto por aproximadamente de 55% de ácido linolênico-α. Uma colher de óleo de semente de linho fornece cerca de 8 g de ômega-3. Pela sua força de anti-inflamatório, os ácidos ômega-3 ajudam para um menor o risco de pressão arterial, doença coronariana, acidente vascular cerebral e câncer de mama, cólon e próstata. Quantidades adequadas de ômega 3 são necessários para o desenvolvimento infantil normal e maturação do sistema nervoso.

Conhecendo os nutrientes da linhaça

Entendendo os nutrientes da linhaça, você poderá dosar melhor as quantidades desse alimento na sua dieta. (Foto: www.understandinghorsenutrition.com)

Lignanas na linhaça

As sementes contêm lignanas, uma classe de fitoestrógenos que possui propriedades antioxidantes e preventivas do câncer. 28 g de linhaça contém 85,5 mg de lignanas,

Linhaça e Vitamina E

Linhaça é uma excelente fonte de vitamina E, especialmente rica em ácido gama-tocoferol; contendo cerca de 20 g (133% dos valores diários recomendados) por cada 100 g. Vitamina E é um poderoso antioxidante solúvel em lípidos, necessária para manter a integridade da membrana celular das membranas mucosas e da pele, protegendo-a contra os radicais livres de oxigênio.

A linhaça tem vitaminas do Complexo B?

As sementes contém diversos grupos do complexo B de vitaminas, tais como a riboflavina, niacina, tiamina, ácido pantotênico, folatos e vitamina B-6, e. A tiamina é um co-fator essencial para o metabolismo de carboidratos e ajuda a prevenir sérias doenças. Os folatos ajudam a prevenir defeitos do tubo neural no feto quando consumido durante o período de pré-concepção e gravidez. A quantidade de ácido fólico em uma porção de 100 g é de 22% (87 microgramas) da quantidade diária recomendada, a niacina é 3,08 mg (19% da quantidade diária recomendada), o ácido pantotênico 0,985 mg (20%), a piridoxina 0,473 mg (36%), riboflavina 0,161 mg (12%) e tiamina 1,64 mg (137%).

Linhaça é rica em fibras!

1 colher de sopa de linhaça contém 2 gramas de fibra, que ajuda na digestão. 2 a 4 colheres por dia são a quantidade recomendada (4 a 8 g de fibras).

E a linhaça também é rica em minerais

A linhaça é rica fonte de minerais como o manganês, potássio, cálcio, ferro, magnésio, zinco e selênio. Para cada 100 g, a linhaça apresenta: 255 mg de cálcio (22.5% da dose diária recomendada), 1.12 mg de cobre (124%), 5,73 mg de ferro (72%), 392 mg de magnésio (98%), 2,48 mg de manganês (108%) e 4.34 mg de zinco (39%).

Seleção e armazenamento da linhaça

As sementes de linhaça estão disponíveis no mercado o ano inteiro. Nas lojas, pode-se deparar com diferentes formas de linhaça, como sementes secas inteiras, torradas, moídas, etc. Prefira comprar a linhaça in natura em vez de moída, pois garante que as sementes estão com os nutrientes intactos.

Sementes de linhaça inteiras podem ser colocados em local fresco e seco durante muitos meses, enquanto que a forma moída ou em óleo deve ser colocada dentro de recipiente hermético e mantida na geladeira para evitar qe adquiram gosto rançoso.

Você usa a linhaça na sua dieta? Como?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos, dietas ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)