Linhaça precisa de receita médica?

Escrito na categoria "Consumo de linhaça" por André M. Coelho.

A linhaça é a mais rica fonte de ácidos graxos essenciais ômega-3. Ela contém cerca de 50 por cento de ômega 3s, quase o dobro do que está contido no óleo de peixe. Por se tratar de uma fonte vegetal, ela é perfeita para dietas vegetarianas e veganas, mas também benéfica para todos que busquem uma dieta mais saudável.

Porém, muitas pessoas ainda acham que a linhaça seja algum remédio ou precise de receita para seu consumo, o que é um pensamento errado. A linhaça é como o feijão ou o arroz de seu dia a dia e pode ser consumida sem a necessidade de receitas médicas. Mas a preocupação com a saúde e as propriedades milagrosas atribuídas a essa semente demandam uma certa cautela.

São muitos aqueles que passam a consumir linhaça em todas as refeições, sem considerarem ter uma dieta mais balanceada e uma alimentação mais regrada. Por isso, antes de começar uma dieta com a semente da linhaça, sempre recomendamos que você procure um nutricionista para fazer uma dieta que seja ideal para você. Afinal, não é só de ácidos graxos ômega 3 que seu organismo precisa.

Outra coisa que acontece é que as pessoas buscam por benefícios ainda não comprovados da linhaça pela internet e acham que só isso basta para curarem suas doenças. Além de ser um erro que pode ter resultados catastróficos, a linhaça ainda não tem boa parte de suas propriedades pregadas pela internet comprovadas. Estudos estão sendo feitos e, enquanto não temos muitos resultados científicos, a linhaça só tem como comprovar os benefícios do ômega 3.

Linhaça como complemento alimentar

A linhaça deve ser tratada como um complemento alimentar e não um alimento milagroso para a cura de males de saúde. (Foto: katefreemannutrition.wordpress.com)

Um profissional da saúde também será o responsável por limitar o consumo diário de linhaça que seu organismo pode aguentar. Algumas pessoas podem ter problemas intestinais, incluindo diarréia, com o consumo em excesso da linhaça.

O mais importante a se lembrar quando pensar em consumir a linhaça não é só em achar que ela irá ser um sinônimo de saúde. Muitas pessoas consomem a linhaça mas continuam com péssimos hábitos alimentares e sequer buscam algum exercício físico para se proteger e remediarem contra doenças. Ainda existe muita a mentalidade, para muitas pessoas, de que existem receitas milagrosas para uma boa saúde e que não demandam muito esforço por parte do indivíduo, o que é uma mentira extremamente prejudicial na busca de uma vida com mais qualidade.

Não se iluda achando que a linhaça é algum tipo de remédio milagroso. Tenha disciplina, comece a fazer exercícios físicos, vá a um nutricionista e faça uma dieta bem balanceada. A linhaça virá então como um saudável complemento à sua saúde, trazendo finalmente os benefícios que nela estão presentes.

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

Desde que era obeso na adolescência, André teve que se preocupar com uma dieta saudável. Mesmo assim, aos 30 anos, teve um AVC que exigiu ainda mais mudanças na dieta. Encontrou na linhaça uma ótima fonte de nutrientes. Assim, passou a pesquisar alimentos e escrever sobre como usar a linhaça para melhorar a saúde.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista. Procure sempre orientação médica presencial antes de consumir ou utilizar qualquer produto ou substância.

Deixe um comentário