Linhaça pode funcionar como anticoagulante?

Escrito na categoria "Consumo de linhaça" por André M. Coelho.

Linhaça, que vem da planta do linho, tem uma história de uso medicinal desde o Egito antigo. A linhaça contém ácidos graxos ômega-3, que podem reduzir os níveis de colesterol, pressão arterial, diminuir a inflamação e melhorar batimentos cardíacos irregulares. Como outros ácidos graxos ômega-3 que podem reduzir o risco de doença cardíaca, de linhaça pode agir como um diluidor do sangue, interferindo com a capacidade de plaquetas para ficarem juntas e aturem na coagulação sanguínea.

Ações

Coágulos sanguíneos se formam quando as plaquetas, se reúnem no local de um ferimento, ligam a ruptura de um ferimento e fazem sangramento parar. Semente de linhaça contém o ácido graxo ômega-3, um ácido alfa-linolênico, que converte, embora de forma ineficiente, ao ácido eicosapentaenóico e ácido docosahexaenóico. Estes são os ácidos graxos ômega-3 que consumimos vindo dos peixes para uma melhor saúde cardíaca. Linhaça, como outros ácidos graxos ômega-3, faz as plaquetas menos “pegajosas”, de modo que elas não podem formar grandes coágulos.

Efeitos

A redução da agregação de plaquetas diminui a possibilidade de formação de coágulos sanguíneos que se formam em locais de ateroscleróticas. Aterosclerose ou a formação de placas no interior dos vasos sanguíneos, desenvolve-se quando a lipoproteína de baixa densidade, a forma de “mau” colesterol, juntamente com outros detritos celulares, se colam às paredes dos vasos sanguíneos. A lesão às paredes traz plaquetas para o local para reparar o dano. A agregação de plaquetas pode reduzir os vasos sanguíneos, tornando-se difícil para o sangue alcançar o coração. Grandes coágulos também podem se romper e alojar-se no cérebro, causando derrame ou perto do coração, causando o infarto. Prescrição de medicamentos para diluir o sangue também podem reduzir a agregação.

Linhaça e benefícios não tradicionais

A linhaça pode atuar como um forte anticoagulante, mas em hipótese alguma substitui os remédios da medicina tradicional. (Foto: sparkpeople.com)

Estudos com a linhaça

Pesquisadores realizaram um pequeno estudo sobre os efeitos da linhaça sobre a agregação plaquetária com indivíduos que consumiram 40 g de óleo de linhaça ou óleo de girassol por 23 dias. No final do estudo, os níveis de plaquetas com o ácido eicosapentaenóico mais do que duplicou nos indivíduos que tomaram o óleo de linhaça, mas não se alterou nos que receberam óleo de girassol. Os pesquisadores concluíram que o óleo de linhaça tem benefícios na redução da agregação plaquetária.

Riscos

Se você tomar anticoagulantes prescritos, é possível que tomar linhaça poderia aumentar o risco de sangramento excessivo. O seu médico pode sugerir parar com linhaça antes de uma cirurgia programada. Relatórios anormais de contusões, lesões que não param o sangramento, vômitos de sangue ou fezes negras ou escuras devem ser imediatamente levados ao médico. A linhaça pode sim, trazer benefícios, desde que usada com responsabilidade e supervisão de profissionais.

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

Desde que era obeso na adolescência, André teve que se preocupar com uma dieta saudável. Mesmo assim, aos 30 anos, teve um AVC que exigiu ainda mais mudanças na dieta. Encontrou na linhaça uma ótima fonte de nutrientes. Assim, passou a pesquisar alimentos e escrever sobre como usar a linhaça para melhorar a saúde.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista. Procure sempre orientação médica presencial antes de consumir ou utilizar qualquer produto ou substância.

Deixe um comentário